Unidade Lídice

Mariléa Tannus - Fundadora da Unidade Lídice do Kumon em Uberlândia

Mariléa Tannus – Fundadora da Unidade Lídice do Kumon em Uberlândia

Como surgiu o Kumon Lídice ?

Surgiu após um encontro com uma ex-colega de faculdade, que era proprietária de uma unidade Kumon em Brasília. Mediante sua informação, percebi que o método Kumon trabalhava muitas estratégias de ensino como o hábito de estudo, a autocorreção, já aplicadas com meus alunos no Colégio Objetivo. Identifiquei-me muito com este processo, fiquei curiosa e quis conhecer o Kumon. Para me inteirar do funcionamento do método, fui até Uberaba assistir a uma palestra. Lá, perguntaram-me se eu queria fazer um teste, fazer uma prova. Fiz a prova, tive um excelente resultado e então dei início ao estudo do processo de ensino aprendizagem do método até me tornar uma orientadora Kumon.

 

Como foi o começo da escola?

O começo foi difícil. Começar algo é sempre um desafio e ainda trabalhando em dois lugares. Continuei ministrando aulas no Colégio Objetivo por muito tempo ainda, tentando conciliar o trabalho com os treinamentos e reuniões em Ribeirão Preto. Tive que aprender muito, mas fui me aperfeiçoando, como orientadora e buscando qualificar mais a minha orientação e desenvolver a capacidade dos meus alunos. Durante muitos anos continuei trabalhando no Colégio Objetivo e no Kumon,. Depois no Colégio São Paschoal e no Colégio Nossa Senhora. Com o passar dos anos tive que optar e decidi deixar as escolas particulares. Fiquei somente como orientadora do Kumon, para me dedicar mais à orientação dos meus alunos e aperfeiçoar mais meu conhecimento.

 

O que é mais gratificante no seu trabalho?

É ver o brilho dos alunos quando eles conseguem vencer as etapas; é acreditar que eles podem se desenvolver; é acreditar que eles são capazes, que eles podem expandir o seu potencial. É gratificante observar os alunos que mesmo estando em fases mais simples, ao se depararem com situações de aprendizagem mais complexas, percebem que são capazes de vencer os obstáculos, de superar suas dificuldades e de aprender com os próprios erros, indo além até mesmo do que pode ser aprendido na escola sendo assim, um autodidata.

 

Quais os principais objetivos da Unidade Lídice, hoje?

Ter mais alunos adiantados, mais alunos brilhantes, pais felizes e satisfeitos, pessoas realizadas. É importante ressaltar que mesmo promovendo a alta capacidade intelectual, procuro mostrar a importância da humildade, para que se tornem pessoas que acreditam em seu próprio potencial e compartilhem aquilo que aprenderam. Qualificar mais a equipe para que possam fazer a diferença no desenvolvimento de cada criança, esse é o sonho.

 

Qual o segredo de sucesso da Homenagem Kumon Lídice ?

O segredo do sucesso da Homenagem é desenvolver o trabalho com muito amor, com muita dedicação. Durante todo um ano, a unidade trabalha, mostrando as metas, fazendo os alunos acreditarem que podem se desenvolver, atingindo as expectativas de cada aluno, de da família. São feitas quatro reuniões anuais. Nelas, o desenvolvimento do aluno é observado e compartilhado. Chegar ao final da jornada de um ano e celebrar o desenvolvimento de cada um, mostrando-lhe que é reconhecido dentro da sua individualidade, é o valor principal da homenagem. Não existe ninguém que seja mais nem menos. Todos são capazes de expandir a sua capacidade, e isto é o que conta. Ver a alegria do aluno voltando para sua cadeira, com aquela medalha …, brilhando o olhinho… voltar pra escola, pra falar assim: “eu ganhei uma medalha lá no Kumon…eu estou dois anos, três, cinco anos adiantado… eu sou ouro… evolui 1200 folhas”. Perceber que os pais veem que seus filhos hoje estão transformados. Eu acredito no potencial de cada aluno, e por isto sempre posso dizer pra eles: “Eu quero; eu posso; eu consigo e eu sou capaz”. É uma alegria ver que cada pessoa que está ali, realmente celebra o seu crescimento, e cada pai valoriza o seu filho.

 

Você já encontrou algum ex-aluno depois de passados muitos anos?

Sim. A Fernanda que fez arquitetura e estava com a filha de 2 anos e me perguntou: “você se lembra de mim ?” e depois completou dizendo,” minha filha vai estudar com você também”. Foi uma alegria ver o fruto do meu trabalho passando de uma geração para outra.

 

Como você busca se aperfeiçoar como orientadora?

Estudando o material didático, participando das reuniões gerais em Ribeirão Preto e regionais em Uberlândia, visitando outras unidades, buscando orientações com outras filiais, inclusive em outros estados como São Paulo e Paraná. Participo também dos encontros anuais de orientadoras a nível sul-americano, onde recebemos orientações, por meio de palestras e fóruns. Leio o Info Educacional, Linha Direta, o editorial do presidente, aperfeiçoando cada dia um pouco mais.

Clique aqui e conheça mais sobre o Método Kumon em Uberlândia

Currículo
Você gostaria de fazer parte da equipe de colaboradores do Kumon Lídice? Então preencha o formulário e siga instruções. Formulário
curtir no facebook
Facebook